MENSAGEM AOS VERDADEIROS FILATELISTAS

MENSAGEM AOS VERDADEIROS FILATELISTAS
Apenas um verdadeiro filatelista irá entender o que vou dizer a seguir.
Ao longo dos anos vimos várias mudanças na economia e na política brasileira.
A moeda mudou, a “democracia” e o “politicamente correto” se instalou. Porém, no fundo, quase nada mudou. Estávamos acostumados com o REAL (R$), imutável e forte. Eu ficava orgulhoso ao ver casas de câmbio no exterior mostrando (mesmo que com grande desvantagem) em suas tabuletas a bandeira brasileira e a cotação do REAL. Aceitava-se a nossa moeda no exterior, fato inédito em minha vida.
De uma hora para outra perdemos 50% de tudo. O valor dos imóveis, dinheiro poupado a muito custo, automóveis, bens em geral passaram a valer metade.
    TODOS NÓS PERDEMOS
Eu pensei: Puxa, eu queria voltar no tempo e resguardar os esforços do meu trabalho em algo estável, permanente. Em parte eu consegui, pois sou FILATELISTA.
Ainda bem que ELES (vocês sabem a quem eu me refiro) não sabem o que é FILATELIA. Eu sempre desejei que todos soubessem o que eu faço. Quando digo que sou filatelista olham como seu fosse de outro planeta. Que bom que muitos não sabem.
AINDA BEM QUE EU SOU COMO VOCÊ QUE ESTÁ LENDO ESTE DESABAFO. Pego algumas peças (BOAS DE VERDADE) e transformo em recursos na moeda que eu estiver desejando. Eu ainda posso escolher qual vender. Não consigo isso com imóveis, automóveis que além de tudo não são meus. Tenho que aceitar os IMPOSTOS atribuídos de forma aleatória e de acordo com pessoas nas quais nunca confiei.
Pense bem e antes que seja TARDE DEMAIS. Invista em algo que podemos de algum modo controlar, ser proprietário de fato sem que ninguém venha taxar, cobrar, exigir. Isso deve ser meio desconhecido, ocupar pouco espaço, ter valor aqui e em outro lugar, não ser cobiçado como ouro e diamantes. Passa pelo detector de metais e nas fronteiras os guardas pelos quais passei olharam meio confusos sem saber de nada. Passei por algumas experiências inacreditáveis com pequenos volumes, classificadores ACRE (bem pequenos). Eu levei comigo pequenos retângulos de papel que salvaram a minha esperança, meu futuro e muito mais. Devo muito aos nossos SELOS POSTAIS. Minha formação, educação, casamento, filhos, netos, saúde.
APENAS OS FILATELISTAS SABEM DO QUE ESTOU FALANDO.
SEJA FELIZ E COM MUITOS SELOS DE VALOR – E SAIBA ESCOLHER BEM