QUAL A PRIMEIRA COISA QUE UM AVALIADOR OLHA?

QUANDO UM PROFISSIONAL VAI AVALIAR VOCÊ SABE A PRIMEIRA COISA QUE ELE OLHA?

Ao receber uma pessoa que deseja avaliar a coleção formada ou herdada, um bom profissional vai direto ao ponto e vê se lá estão os três selos isolados mais raros do Brasil Império. Claro que estou falando de uma coleção de selos tipo, sem variedades. Eu olho se a coleção tem os três últimos INCLINADOS, 180, 300 e 600 réis.
A maior parte das coleções, mesmo aquelas com Olhos de Boi, não têm estes três selos em qualquer estado que seja. Com ou sem defeitos, não importa.
Isso tem uma forte razão. Quando a primeira loja filatélica fechou em 1900 (Alph Bruck no Rio de Janeiro) estas três peças já eram caras e raras. Não havia como ter estas peças sem ter que desembolsar uma boa quantia em dinheiro.
Após verificar a existência destes selos é que o profissional vai ver os Olhos de Boi, a série Oficial Hermes completa, Zeppelin, Telégrafos, ETA e regulares nas filigranas raras. No final ele vai ver se existem variedades comemorativas e num piscar de olhos vai decidir se o objeto é de interesse para compra ou não.
A parte mais difícil que existe no comércio filatélico está na reposição das peças mais procuradas, uma vez que os selos raros, quando existentes, estão presentes UMA ÚNICA VEZ.
No site www.oselo.com.br você poderá ver uma quantidade enorme de 180, 300 e 600 réis Inclinados e ainda por cima decidir o estado de conservação e o valor que pretende investir. Nestes casos você não está comprando um selo. Agora estará investindo, pois ao contrário dos selos de baixo valor, cada vez que um é comprado a oferta no mercado diminui e o valor, consequentemente, aumenta.

ABAIXO MOSTRO DOIS EXEMPLARES DO 180 RÉIS INCLINADO. UM DELES É FALSO. VOCÊ SABERIA DIZER QUAL?


S100676

S100674