Dúvidas Frequentes



RECUPERAÇÃO DE SENHA

Quando você pede a recuperação de senha no site é normal haver uma demora. Muitas vezes os servidores consideram este tipo de mensagem como “spam” e por essa razão você deve verificar a sua caixa de “spam” e até mesmo a sua lixeira.

Caso, mesmo assim, não tenha sido possível recuperar a senha avise-nos pelos endereços eletrônicos suporte@oselo.com.br ou peter@oselo.com.br.

Sem conseguir efetuar o login na loja www.oselo.com.br não é possível entrar no www.catalogorhm.com.br

Instruções detalhadas você encontrará no Catálogo de Selos do Brasil 2017 impresso.

NÃO CONSIGO ENTRAR NO CATÁLOGO 2017

Neste caso siga as seguintes instruções:

Digite www.oselo.com.br.

Clique no “minha conta” e faça o “login” ou cadastre-se clicando no mesmo lugar.

Digite o seu “email” e a sua senha.

Você vai encontrar o seguinte cabeçalho:

Minha Conta | Meus Endereços | Meus Pedidos | Catálogo

Escolha “Catálogo” e preencha CPF ou CNPJ

Responda a um pequeno questionário e salve.

Você entrou no Catálogo de Selos do Brasil 2017 e agora basta consultar.

Seja bem-vindo e acostume-se com a nossa numeração que agiliza a consulta.

 

 

Ainda não recebi o meu pedido

Enviamos o seu pedido assim que o pagamento foi recebido. Por cartão de crédito nós acessamos o administrador da bandeira. No caso de depósito em conta corrente nós pedimos o envio do comprovante para um dos endereços eletrônicos abaixo:

suporte@oselo.com.br

peter@oselo.com.br

Caso não seja possível enviar o comprovante de pagamento, pedimos que você envie uma mensagem eletrônica nos dizendo a data, o valor e em qual banco foi feito o pagamento. Nós teremos então condições de verificar.

O ENVIO

Nós enviamos os pedidos pelos serviços postais (Carta registrada, PAC ou SEDEX). Certamente os pedidos por SEDEX chegam antes, sendo o PAC o mais demorado (principalmente quando existe uma greve nos serviços postais).

Após o envio nós modificamos o estado do pedido e enviamos a você o número do registro. Com este número você poderá acompanhar o pedido pelo site www.correios.com.br.

Caso tenha alguma dúvida adicional não deixe de nos enviar uma mensagem.

Pagamento

O envio do seu pedido só será enviado após o respectivo pagamento.

Nós aceitamos diversos cartões de crédito, pagseguro, depósito nas contas correntes da Editora RHM Ltda e também vendas a prazo (consulte-nos).

Nós não trabalhamos com boleto bancário ou reembolso postal.

Depósito em conta corrente:

Pedimos que após o depósito você nos envie o comprovante de pagamento para suporte@oselo.com.br ou peter@oselo.com.br.

Isso não sendo possível envie-nos apenas, pelo correio eletrônico, a data, o banco e o valor. Não esqueça de incluir o número do pedido.

Assim sendo poderemos agilizar o seu pedido e em seguida enviar o número do registro para que você acompanhe a remessa pelo site www.correios.com.br.

O que é UF? Como ela funciona?

UF = Unidade filatélica.

Ela foi criada na época da grande inflação e para os momentos de grande instabilidade econômica.

Nós que editamos o catálogo desde 1976 fomos obrigados a adivinhar que valor deveríamos atribuir a cada selo postal do Brasil.

Entre preparar o catálogo, realizar provas, fotolitos, correções e a impressão os valores já estavam defasados. Era frequente o catálogo ter algum valor de consulta apenas por um mês durante o ano.

Quando ele era lançado diziam: Estes preços são da RHM, pois eram muito elevados.

Após um ano as pessoas diziam: Vá comprar na RHM, pois os preços estavam baixos demais.

A inflação havia corroído as cotações apresentadas.

Surgiu então a UF. Muito desagradável é verdade, mas foi a solução encontrada.

Para nós ela é semelhante ao câmbio oficial da moeda norte americana. No site www.oselo.com.br e no www.catalogorhm.com.br ela é modificada sempre que houver qualquer variação significativa.

Atualmente este número está em torno de 3,17 e nós empregamos apenas 3. Como nós dissemos as mudanças devem ser bruscas para haver mudanças nas cotações apresentadas.

Com o lançamento do Catálogo 2017 impresso com as cotações em UF e o virtual em R$ (Reais) isso tudo mudou. Você agora pode saber qual a cotação em UF e em reais.

Saiba ainda que cotação é diferente de preço. Isso nós iremos explicar em outro capítulo.

Cotação e Preço

Os catálogos de selos emitidos no mundo inteiro apresentam as cotações de cada selo ou peça filatélica na ordem cronológica. Apenas alguns países separam os selos em categorias (comemorativos, regulares, blocos, aéreos, etc.).

Entre os mais importantes temos o Brasil, a Suíça e o Japão.

As cotações nasceram no primeiro catálogo de selos emitido no mundo e a base era a mesma que nós empregávamos ao colecionar figurinhas. Uma figurinha rara era trocada por 10 ou 20 diferentes. Para trocar uma figurinha rara por figurinhas iguais a relação era muito maior, digamos 1 para 40 ou 50. Isso tem lógica, pois com 10 ou 20 diferentes era possível realizar outras trocas de forma muito mais fácil do que conseguir 40 ou 50 interessados por figurinhas iguais e comuns.

O preço, por outro lado, depende de diversos fatores, como por exemplo:

Situação econômica, moda, estado de conservação da peça e quantidade.

Situação econômica

A situação econômica muda num país ou em muitos países. De certa forma isto está fora do nosso controle. Naturalmente as peças muito raras encontram mercado em qualquer lugar do mundo. Já as peças comuns não encontram colocação alguma. A UF = Unidade filatélica foi criada para tentar preservar as cotações de peças do Brasil.

Moda – Houve uma época que existiam muitos colecionadores de determinado setor, como por exemplo VARIG e CONDOR. No caso dos colecionadores temáticos Kennedy, Rotary e assim por diante. Hoje são setores com poucos interessados.

Antigamente os Inteiros Postais e os pré-filatélicos eram desprezados e hoje existe alguma procura. Isso muda o preço.

Estado de conservação – Uma peça rasgada é como um carro sem motor. Um selo colado com fita adesiva quase não vale nada. Isso parece óbvio, mas não é. Na filatelia temos selos restaurados, com afinamentos do papel (“amincis”), dobras naturais, “pliés”, estado da goma, oxidação que alteram o preço de uma determinada peça.

A autenticidade também é um fator muito importante. Acredito que ninguém seria capaz de comprar um diamante de alto valor de uma pessoa que aparece na porta da sua casa e deseja pela peça apenas alguns trocados. O diamante ou seria falso ou roubado. Comprar algo assim ou um selo raro sem conhecer o fornecedor parece ser uma loucura. Eu mesmo conheço muitos que compram assim em sites gerais e leilões on-line sem saber quem está vendendo.

Por isso deve-se saber quem está vendendo, qual a garantia você tem e se a peça tem ou não um certificado de autenticidade.

Quantidade

Na filatelia 1.000 não é igual a 1.000

Ter 1.000 selos de 1 real = R$ 1.000?

Não, pois você terá que achar 1.000 compradores para um selo comum de apenas UM REAL. Geralmente a maioria dos colecionadores já tem este selo comum (figurinhas, lembra).

Por outro lado, ter um selo de R$ 1.000 dá pouco trabalho para vender. Basta achar UM ÚNICO candidato. Sendo ele muito, muito raro é claro que o vendedor irá escolher o cliente preferencial.

Por isso na filatelia 1.000 é diferente de 1.000.

Agora com o catálogo virtual você poderá ver a cotação de um selo e em seguida ver (clique no comprar) no site www.oselo.com.br o preço de venda praticado. Desta forma creio que acabará, finalmente, a crença de que a RHM só vende pela cotação e saberá que temos preço compatíveis com todas as informações acima citadas.

Seja um cliente preferencial da RHM. Afinal de contas estamos nisso profissionalmente desde 1948.

COMO AVALIAR OS MEUS SELOS?

Você tem selos e não sabe o valor.

Há várias maneiras de fazê-lo:

Caso você tenha selos de diversos países do mundo e de 1940 em diante não se anime.

Geralmente são selos de pouco valor. Os selos mais raros foram emitidos antes desta data. Caso tenha apenas selos do Brasil talvez seja o caso de comprar um Catálogo de Selos do Brasil da RHM no site www.oselo.com.br.

Caso você tenha selos do Brasil ou de outro país anteriores à 1940 você poderá agir da seguinte forma:

Envie algumas imagens para peter@oselo.com.br.

Informe ainda se existe alguma indicação do fornecedor (envelopes com a marca da filatélica, a marca do álbum, etc.)

Após uma análise rápida das imagens eu poderei dizer:

Vale a pena contratar um profissional para fazer uma avaliação ou não vale a pena. Darei a você o caminho para que você saiba o valor efetivo do conjunto ou da sua coleção.

A avaliação profissional vai demandar tempo e por isso haverá um custo que será calculado pelo número de horas trabalhadas e muitas vezes não vale a pena fazer este gasto.

Por Peter Meyer

Editor dos Catálogos de Selos e História Postal do Brasil

ATENÇÃO: NÃO TEMOS AVALIADORES FORA DA CIDADE DE SÃO PAULO E NÃO CONHECEMOS QUEM SAIBA REALIZAR ESTA TAREFA COM SEGURANÇA.

NÃO CONFUNDA UF COM R$

Por incrível que pareça o novo catálogo não foi entendido nem mesmo por colecionadores avançados.

Recebemos uma mensagem eletrônica hoje com o seguinte conteúdo:

Senhores

O Pedido foi recebido nesta data nas mais perfeitas condições.

O novo catalogo, mais uma vez surpreende, agora pela qualidade da diagramação, da impressão, da edição, do papel enfim.

Mas é surrealista que Catálogos lançados simultaneamente, o impresso e o eletrônico , estabeleçam preços diferentes para um mesmo selo, diferenças que em alguns casos chegam  a 200% ( duzentos por cento ).  

Resposta da RHM

Caro Sr.

Onde é que está a diferença? Um está em UF (o impresso) e o virtual em Reais (R$). A relação é 1 UF = R$ 3!!!! Daí os 200%?

Esta é a grande utilidade das duas edições. As cotações na edição impressa estão em Unidades Filatélicas (UF), enquanto na publicação na página www.catalogorhm.com.br está em REAIS (R$) a nossa moeda. Caso haja uma redução ou um aumento brusco da UF teremos uma mudança automática no www.catalogorhm.com.br e na loja www.oselo.com.br.

Isso na verdade eu considero genial, pois com mudanças grandes na economia teremos mudanças grandes nas cotações e nos preços. A diferença é que na filatelia teremos REDUÇÕES de verdade (isso no Brasil é uma raridade) ou AUMENTOS de verdade (muito comum no nosso mercado).

Espero que os filatelistas não confundam mais UF com R$.

 

OS MEUS PEDIDOS

Visando melhorar ainda mais o site www.oselo.com.br acabamos de incluir “OS MEUS PEDIDOS”.

Para ter acesso basta entrar na sua conta com o email e a senha e clicar no “minha conta”.

Lá você verá

Minha Conta | Meus Endereços | Meus Pedidos | Catálogo

Basta então escolher a opção desejada. Você poderá ver os seus pedidos com o “status” e ainda visitar o catálogo rhm on-line gratuitamente.